Descubra aqui como tratar o bruxismo

como tratar o bruxismo

como tratar o bruxismo

Mais de 80% da população pode sofrer com os sintomas de disfunção temporomandibular. Nosso objetivo aqui hoje é explicar melhor como tratar o bruxismo.

Já explicamos aqui em outro momento o que causa o bruxismo. É importante você saber que, apesar de ter esse nome curioso, o bruxismo nada tem a ver com a prática de bruxaria.

Na verdade, bruxismo trata-se daquele hábito que muita gente tem de ranger e pressionar os dentes durante o sono ou mesmo acordado (bruxismo de vigília), o que pode gerar sons desconfortáveis, desgastar demais a arcada dentária e provocar uma série de dores nos músculos da face e na articulação temporomandibular.

Bruxismo pode ocorrer tanto em adultos quanto crianças e, caso não seja tratado, pode durar pela vida inteira da pessoa e causar outras dificuldades na articulação, podendo provocar o surgimento de uma cefaleia.

Contudo, muitas crianças superam este hábito naturalmente, enquanto que na maioria dos adultos que apresentam este distúrbio, os sinais e sintomas não atingem um nível de gravidade que exige qualquer tratamento.

É extremamente importante saber como tratar o bruxismo e seguir o procedimento que o especialista te recomendar.

Como tratar o bruxismo? Tratamento inovador

Tenho mais de 20 anos de atuação em odontologia e me especializei em tratamentos de DTM e Dor Orofacial.

Ao longo dos meus estudos eu descobri uma relação direta do bruxismo de vigília, aquele que acontece enquanto você está acordado, com o surgimento de cefaleia tensional e outros tipos mais agressivos de disfunção temporomandibular (DTM).

Para diagnosticar e estabelecer como tratar o bruxismo, quando o paciente chega ao meu consultório eu realizo uma série de exames. Dentre eles, analiso as atividade dos músculos da face em várias situações nas quais você se encontra no seu dia dia.

Nestes testes, detectamos as atividades incomuns dos músculos e identificamos se você faz parte do grupo que pode ser tratado com o método inovador que eu criei.

Ficou interessado? Quer saber mais como tratar o bruxismo? Agende uma consulta!

O que pode causar o bruxismo?

O bruxismo pode ser causado por questões genéticas, assim como estresse, depressão e outros problemas emocionais. Outras motivações podem ser:

  • Ansiedade, estresse ou tensão
  • Frustração e raiva reprimida
  • Agressividade, competitividade ou personalidade hiperativa
  • Modificações que ocorrem durante os ciclos do sono
  • Resposta para dor de ouvido ou dor de dente (em crianças)
  • Crescimento e desenvolvimento das arcadas e dos dentes (em crianças)
  • Hábitos orais como mordiscar objetos, bochechas e língua, roer as unhas

O bruxismo pode causar dores de cabeça fortes, zumbido nos ouvidos, sensação de dor no maxilar, na nuca e nos ombros, além de dificuldade para mastigar e estalos na mandíbula.

Em que faixa etária o bruxismo é mais comum?

Mais de 80% da população apresenta sinais e sintomas do bruxismo, que consiste em movimentos involuntários ritmados e espasmódicos de ranger ou apertar os dentes. Os estudos revelam que ele é mais comum entre as mulheres, principalmente aquelas com idade entre 15 e 35 anos.

Estatísticas mostram que cerca de 75% da população global sofre com o bruxismo. Você, como muitos brasileiros, também sofre com algum tipo de bruxismo? Agende uma visita ao meu consultório.

Como tratar o bruxismo com mudança de hábitos?

Para identificar o tratamento adequado para cada caso, o seu dentista vai analisar o grau de complexidade e também se você sofre do bruxismo noturno ou do bruxismo diurno (vigília).

Como vimos no tópico acima, sobre o que pode causar bruxismo, algumas mudanças no nosso comportamento podem ajudar no tratamento e reduzir os casos mais leves desta disfunção.

Procure mudar a sua rotina e realizar exercícios físicos diariamente, fazer ioga, acupuntura, massagens, beber chás calmantes, etc.

Em alguns casos, até o tratamento com um psiquiatra ou psicólogo se faz necessário para que eles descubram e tratem as questões mentais que estão causando esse ranger dos dentes inconsciente.

Evite mastigar com muita força durante as refeições. Inclusive, alguns fatores aparentemente inofensivos também podem prejudicar muito o quadro de bruxismo, como mexer no celular antes de ir dormir ou ficar muito tempo no notebook enquanto o sono não vem.

Este tipo de atitude vai interferir na qualidade do seu sono e pode ocasionar em outros fatores de risco para o surgimento do bruxismo.

6 dicas para melhorar sua qualidade de vida

Para te ajudar ainda mais, preparei uma lista com algumas dicas sobre como tratar o bruxismo melhorando a sua qualidade de vida. Lembrando que ir ao dentista e realizar os exames propostos por ele é essencial e não deve ser substituído por nenhuma das dicas abaixo.

1 – Utilize técnicas de relaxamento – Pense em paisagens calmas e em sons pacíficos, como uma cachoeira. Feche os olhos, fique em uma posição confortável e lembre-se de respirar fundo. Faça isso quando já estiver na cama, pronto para dormir. Relaxar ajuda a manter a ansiedade e o nervosismo afastados.

2 – Deixe a mandíbula aquecida – Quando estiver quase na hora de ir para cama, pegue uma toalha pequena e a mergulhe em uma água que esteja em uma temperatura variando de morna a quente. Pressione-a junto à mandíbula por alguns minutos. O calor ajuda a reduzir a tensão instaurada ali.

3 – Tome um banho quente – Não deixe de tomar uma ducha bem gostosa e forte, de preferência quente, antes de ir dormir. Ela ajuda a relaxar o corpo todo e a proporcionar aquela sensação de conforto e aconchego para que você tenha uma noite de sono mais agradável e menos conturbada.

4 – Evite consumir estimulantes antes de dormir – Não ingira alimentos ricos em cafeína antes de ir para a cama, pois eles podem causar agitação e desconforto durante a noite. Café, cacau em pó e chás que contenham cafeína precisam ser evitados nessas horas. Procure consumir líquidos que sejam calmantes.

5 – Não utilize o celular na cama – Esta é uma dica bem difícil de ser cumprida, certo? Praticamente todo mundo leva o celular para a cama e fica mexendo nele até pegar no sono. No entanto, além de ser um estímulo, esses aparelhos possuem a polêmica luz azul, que prejudica demais a qualidade do sono.

Com isso, você tem uma noite agitada, desconfortável e que pode causar ainda mais rangimento e pressão nos dentes.

6 – Medite sempre que puder – A meditação é uma das maneiras caseiras mais indicadas de tratar o bruxismo. Você pode levar isso para o lado espiritual ou científico. De qualquer forma, te ajudará a relaxar, se acalmar e, por consequência, irá melhorar o quadro de bruxismo durante a noite.

Você pode colocar um mantra tibetano enquanto estiver deitado ou sentado em uma posição confortável. Depois, feche os olhos e mantenha uma respiração profunda. Tente esvaziar a mente completamente. A meditação é eficiente porque melhora e previne o bruxismo causado por fatores psíquicos e espirituais.

Não se esqueça de procurar um dentista para que ele te oriente sobre o que fazer para aliviar as crises e como tratar o bruxismo.

Se você estiver em São Paulo, entre em contato conosco e agende uma visita para analisarmos o seu caso e poderei então estabelecer qual é o melhor procedimento para tratar o seu bruxismo.

Agora que ensinamos como tratar o bruxismo, aproveite para ver também:

2018-08-31T12:11:51+00:00